Que tipo de fumante você é?

Você fuma? E você quer parar de fumar?  Qual é o primeiro passo?

Parar de fumar

Se você fuma e quer saber como parar de fumar definitivamente, você precisa ler este artigo URGENTE!!!

O primeiro passo é você saber que tipo de fumante você é. Existem alguns tipos diferentes de fumantes. Por que isso é importante?  Porque para cada tipo de fumantes existem tratamentos mais ou menos adequados. Nem todos os fumantes são iguais. Nós podemos classificar os fumantes em três tipos.

Vício, compulsão e hábito

Aqueles que são viciados no cigarro, aqueles que têm compulsão pelo cigarro e aqueles que têm hábito de fumar. Qual é a diferença entre esses três?

Vício

O viciado é dependente do cigarro, ele precisa do cigarro como se sua vida dependesse do cigarro. Tanto que muitas vezes na falta do cigarro o sujeito fica desesperado, é capaz de fazer loucura para conseguir o cigarro, então isso é viciado em cigarro.

Compulsão

O compulsivo muitas vezes é confundido com o viciado, às vezes ele é as duas coisas, mas muitas vezes eles só têm compulsão.

Compulsão é o comportamento automático, descontrolado. Então diante de alguma coisa que nós normalmente chamamos de gatilho, aquele gatilho desencadeia um comportamento que a própria pessoa não consegue controlar. Então quando acontece tal coisa ela tem um desejo incontrolável de fumar, então isso é compulsivo.

Por exemplo, muita gente quando vê alguém fumar na sua frente, automaticamente começa a fumar. Isso é compulsão. Muitas vezes a pessoa percebe que não deveria estar fazendo aquilo, mas não consegue evitar, isso é compulsão.

Hábito

O hábito de fumar é exatamente o que diz a palavra, então a pessoa tem o hábito ou costume de fumar, não é vício, pois a pessoa não fica desesperada na falta de cigarro, também não tem algo específico que desencadeia esse comportamento descontrolado, mas existe muitas vezes o gatilho porque aquele comportamento está associado a uma determinada situação, por exemplo, tem pessoas que tem o hábito de fumar logo ao acordar, logo após o almoço, depois do café, então isso é um habito que você consegue mudar sem grandes dificuldades, mas também não é simplesmente dizer: “a partir de hoje vou parar de fumar”. Às vezes você consegue, mas isso é muito raro. Mudar de Hábito é como mudar de marca de roupa que você estava acostumado a comprar, às vezes você está tão acostumado com aquela marca e tem uma resistência, mas depois que você troca se acostuma e não há grandes dificuldades. Marca de sapato, tem algumas pessoas que têm esse hábito, uma determinada marca de sabão em pó. Isso é Hábito.

Qual a importância em saber que tipo de fumante você é?

Nos dias de hoje existem alguns tratamentos que são mais adequados para determinados tipos de fumante, por exemplo, cigarro eletrônico, adesivos para parar de fumar, eles são auxiliares que podem ser úteis no tratamento do vício de cigarro, porque tanto um como o outro libera nicotina em doses controladas, então para quem tem dependência da nicotina isso pode ajudar, mas o vício não é só isso.

Quem é viciado na realidade usa o cigarro como uma maneira de resolver ansiedade que vem junto com o problema, então se você não resolver o problema junto com vício você não vai ter sucesso, resolver somente o problema pode eliminar o vício, mas difícil porque se a pessoa tem dependência química ou emocional, você precisa resolver essa dependência. Então tem que trabalhar a dependência e o problema que deu origem a esse vício.

No caso de compulsão, você consegue fazer um desligamento, desvincular o gatilho do comportamento e às vezes isso é feito em alguns minutos apenas. É possível, não é sempre, mas isso acontece com certa freqüência.

O Hábito geralmente precisa de um certo tempo porque é algo que se instalou através da repetição, então você muda de Hábito e isso leva um certo tempo para que um novo hábito se instale. Senão você acaba, por exemplo, fazendo o seguinte: você tem compulsão pelo cigarro e não tem vício e usa aqueles adesivos, e aquele cigarro eletrônico provavelmente não vai fazer efeito nenhum porque a origem é outra, o problema é outro. É mais ou menos como você está com dor de cabeça e tomar um remédio para disenteria, de nada irá adiantar.

Então que tipo de fumante você é?

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *